RUMO AO HAWAII…


Hoje dia 16 de Junho de 2010 na posição 28º 15´34´´N e 125o39´13´´W, navegando a velocidade de 8.4 Kn com o rumo 245o, ao terceiro dia desta tirada de 2272 milhas, (4207 km) que nos leva ate ao arquipélago de Hawaii mais propriamente a ilha de Oahu a cidade de Honolulu, escrevo mais um texto a bordo da barca que de alguma maneira é uma espécie de elo de ligação entre as pessoas dos dois lados do mundo.
Depois de uma maravilhosa estadia no porto de San Diego, pelos motivos que já antes referi, largamos do cais e rumamos directos ate o nosso próximo destino “Hawaii” as condições em termos de clima não são as mais agradáveis por assim dizer, céu nublado e vento fresco, fresco e não só no que diz respeito a temperatura mas também ”vento fresco” que na gíria da marinharia quer dizer vento com boa intensidade o que nos permite “caçar todo o pano “ e como resultado atingimos uma velocidade media de 7.6 Nòs , isto é cerca de 14 km/h, que para um navio destes é uma velocidade acima da media e que ate ao dia de hoje se traduzem em 574 milhas (1063 km) , e basicamente é com esta velocidade e mareação que navegamos ate hoje, todos os cuidados são poucos pois temos de ter em conta que o mar tem vontade própria e o vento e as condições podem mudar drasticamente e o nosso tempo de resposta tem de ser o menor possível, mas nada para o qual não estejamos preparados, o pessoal de quarto a manobra esta atento a todos os pormenores em relação ao aparelho e velame (conjunto de velas ) pois temos de tirar o melhor proveito e rendimento das velas , não só para evitar estragos mas também para garantir o máximo de velocidade possível proporcionada pela acção do vento, e é que de todo o nosso interesse chegar quanto antes ao nosso destino pois o nosso sistema de produção de agua doce por osmose inverso encontra-se avariado o que nos restringe ao consumo de agua doce, voltando assim ao sistema adoptado nos tempos antigos onde se navegava em regime de “agua fechada” o que quer dizer que o circuito de agua doce só é estabelecido em certos períodos do dia: 07:00 ás 07:20 das 11:00 ás 11:15 e finalmente das 18:30 ás 18:50, o que nos dá 55 minutos distribuídos ao longo do dia para usufruir de agua doce.

Aqui vos deixo a morada de Honolulu:
N.R.P SAGRES
WALDRON NORTON LILLY LLC
C/o AALA SHIP SERVICE
869 N. NIMITZ HIGHWAY
HONOLULU, HAWAII 96817
USA

10 comentários:

Rui disse...

nao vos posso deixar sozinhos nem um momento , já me avariaram a porcaria do osmose
camaradas aguentem sei que e duro e apesar de a minha vontade de voltar ser zero lá estarei no hawaii convosco para continuarmos a nossa aventura , daqui da nossa patria amada que pelos vistos a exepção dos nossos familiares e amigos, já todos se esqueceram de nós um abraço do 1º sar mq pedro

Rosa disse...

Sou a mãe de uma das cadetes do Sagres e mais uma das acompanhantes destes sempre agradáveis relatos, que vão mitigando as saudades e as preocupações.
Apesar de a comunicação social não falar muitas vezes desta viagem, as pessoas (e falo pelo Norte) estão a par desta circum-navegação e sentem-se orgulhosas porque ninguém duvida de que o Sagres é um dos cartões de visita de Portugal com mais qualidade e excelência.
A todos, uma boa viagem. À minha filha, em especial, um abraço onde cabem a ternura, saudade e um grande orgulho.

Rosa disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anónimo disse...

Sr. Rui, não é verdade que na pátria amada já todos se esqueceram de vós, não sou amiga nem familiar de nenhum de vós e praticamente todos os dias visito o blog e o site da RTP. Porque o bloguista nem sempre tem tempo de postar nóticias novas os menos atentos a estas coisas se calhar afastam-se um pouco,cabe á RTP dar mais cobertura á vossa viagem,mas agora só há tempo de antena para o mundial, enfim.
Um beijinho especial ás MIFES que entraram a bordo, Força!
Bons Ventos!
lurdes marques

............................. disse...

Saudades do meu amado marinheiro... Rui Alves!
Um grande beijo e abraço apertado da sua miúda.. lol
Bjos
Amanda

MOR. M.Nascimento disse...

aqui estou mais uma vez.
se a estadia em S.Diego foi boa e se a hospitalidade dos descendentes de portugueses no Hawaii continuar igual, a estadia lá será certamente também boa.
um abraço para todos os bravos e bom rumo

Rui disse...

sra. lurdes marques as minhas sinceras desculpas se por acaso a "magoei" de alguma maneina ou se sentiu "excluida" deste meu comentário pois não era de modo nenhum essa a minha intenção apenas quando me referi a que em Portugal já nos tinham esquecido e reitero as minhas palavras os camaradas da sagres da qual eu orgulhosamente faço parte sabem a quem me refiro , e sem adiantar mais por aqui me fico , não sem antes e mais uma vez pedir desculpar a sra. lurdes marques , ou a outras pesssoas que se sintam atinjidas!!

Anónimo disse...

No problem! Sr. Rui, percebi a intenção e lamento que isso esteje acontecer...
Bom regresso á barca,vá lá reparar a maquina da osmose que a malta quer tomar banho á vontade.
lurdes marques

Anónimo disse...

Caro Rui, eu não me senti ofendida com seus comentários.... Sei q sua vontade de voltar ao navio e a está viagem é nenhuma como dos outros marinheiros... Porém infelizmente vcs fizeram uma opção ao entrarem nesta missão e terão que cumprí-la até o fim! Seguimos torcendo para que termine o quanto antes!
E em relação a notícias de vcs... o q realmente q acredito é q os pensamentos e as lembranças q importam de fato são de quem nos ama e nos quer bem, principalmente namoradas, amigos e familiares. O resto é resto, meu caro!
E quem gosta da Sagres e desta imensa aventura mesmo não tendo nenhuma relação com vcs sempre encontrará informações na nossa internet!!!
Bem, desejo que aproveite mto a sua estadia em Portugal e volte para a Sagres no Havaí p reparar a máquina de osmose pq eles realmente precisam poder tomar banho e lavar a loiça como se deve! lol
Xau

A.Lourenço disse...

Votos de continuação de boa viagem.
Deixem lá que é uma questão de habito, no que á questão da água diz respeito. Quando fiz essa viagem (há 32 anos) não havia o tal do "osmose" e como tal havia racionalidade de água.
Voces agora até sempre a "água aberta a bordo" e ainda se "queixam"
Boas estadias , que o resto são os espinhos.
A.Lourenço
Ex Mar
Tripulante da 1ª VCN